Quinta-feira, 8 de Janeiro de 2009

Amor e Tempo

 

 

Era uma vez, um lugar chamado "Vale dos sentimentos". Lá moravam todos os sentimentos do mundo, cada qual com o seu nome. Alegria, Riqueza, Sabedoria, Determinação...
Apesar de serem todos diferentes, davam se muito bem. Até os sentimentos como Orgulho, Tristeza e a Vaidade não tinham problemas entre si...
Mas era lá no fundo do vale, na última das casas desse vale vivia o melhor dos sentimentos: o Amor!!!
Ele era tão bom que quando os outros sentimentos estavam perto dele, ficavam diferentes porque eles sabiam que, entre todos, o amor era o melhor!
Porém, no mesmo vale, num lugar mais afastado havia um castelo. E lá também morava um sentimento, só que não tinha nada de bom... era a Raiva!
E a Raiva, de tão má que era, não gostava dos habitantes do vale! Por isso, quando acordava de mau humor, fazia de tudo para estragar a beleza do lugar.
Certo dia teve uma "boa" idéia: foi até á cave  de seu castelo frio e escuro e preparou a poção magica: estraga-prazeres.
O fumo  da poção tomou conta do vale e  transformou se numa tempestade como nunca se tinha visto antes... o vale encheu se de raios, chuva e vento, todos correram para se protegerem
O Egoísmo foi o primeiro a se esconder, deixando todos para trás...
A Alegria deu uma gargalhada de alivio por se ter salvo rapido...
A Riqueza recolheu tudo o que era dela antes de se abrigar!
A Tristeza... A Sabedoria... A Vaidade... Todos conseguiram chegar às suas casas a tempo!
Todos, menos o Amor.
Ele estava tão preocupado em ajudar os outros sentimentos que acabou por ficar para trás.
Então, aconteceu o inesperado: um raio bem forte caiu sobre o vale atingindo o Amor.
A Raiva deu por cumprida a sua tarefa e foi dormir...
Quando a tempestade passou, os sentimentos puderam abrir as janelas aliviados...
Mas  sentiram uma coisa diferente no ar... Foi então que eles viram...

 O que aconteceu ao Amor?
 Ele não se mexe!!!
 Tá tão parado que até parece que... morreu!!!

A Tristeza se pôs a chorar...
O Orgulho não aceitava. Disse que era mentira!!!
A Riqueza disse que era um desperdício...
E a Alegria, pela primeira vez, não sorriu...
Foi entao, que uma coisa estranha aconteceu... Os sentimentos começaram a ter desavenças, porque sem o Amor para uni-los as diferenças aparecem...
A situação já estava bem má quando eles repararam que estavam a ser observados. Alguém que eles nunca tinham visto antes! Então, o estranho ajoelhou se diante do Amor, tocou-o calmamente e ele abriu os olhos!!!

E os sentimentos gritaram:

 Ele não morreu!!
 O Amor não morreu!!!
 
Foi entao que todos puderam ver o rosto do estranho que se chama Tempo. E todos comemoraram porque o Amor estava vivo e vai estar sempre  porque não há nada que acabe com o Amor, tendo o Tempo ao seu lado para ajudá-lo... A Paz e a Harmonia ainda reinam no Vale dos Sentimentos...
E sabem o que aconteceu com o Amor e o Tempo?
Tiveram três filhos: experiência, perdão e compreensão, que moram até hoje no vale dos sentimentos, lá no fundo do coração.

 

Autor desconhecido

Cozinhado por Mãe do Afonso às 02:24

| Comentar

Abóbora Menina

Sonhos de Abóbora

 

Outubro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Abóboras Frescas

...

Pregadeiras

Saiu mais uma fornada!!!!...

Matrioshka - Pregadeiras

A história de um caracol ...

Namoradeira Azul

Mulatinha

Está pra nascer...

Pregadeira: Galo de Barce...

Nasceu hoje... A boneca ...

Compota de Abóbora

Outubro 2013

Janeiro 2009

Photobucket

Pegadas de Menina
 
web analyzer



Discover Louis Armstrong!

Sementes da Abóbora

bonecas de pano(1)

todas as tags

blogs SAPO
RSS